11 de abril de 2012

Gaiola ou Colonias? "Agapornis"

A criação de agapornis pode ser feita tanto em colonia quanto em gaiolas individuais, dependendo do espaço, tempo e, principalmente dos nossos objetivos na criação.
Podem ser criador em gaiolas GRII ou GRIII com medidas de 80x50x50cm: já um viveiro para a criação em colonias, vai depender da quantidade de casais que se deseja ter.


Um viveiro de dois metros de comprimento por um metro de altura e um de profundidade, caberá tranquilamente cinco casais. É importante salientar que deve-se ter dois ninhos para cada fêmea diminuindo assim o risco de brigas.

A criação em gaiolas proporciona um controle genético maior e uma reprodução mais rápida e acerta, ao passo que em colonias não há controle genético. A vantagem da colonia é a maior facilidade da limpeza.
Os acasalamentos começam tão logo o casal esteja adaptado ao novo ambiente. O macho começa a entrar no ninho, verificando o novo território. A fêmea começara a botar os ovos em dias alternados. Botam entre quatro a sete ovos normalmente.
O tempo de choco é de aproximadamente 23 dias para os agapornis. Nos tarantas, esse período é de 30 dias. Após o nascimento dos filhotes, a femeá é quem os alimenta recebendo a comida dada pelo macho através da regurgitação deste no bico dela.




Eu particularmente prefiro a criação em gaiolas, pelo fato que eu posso ter o controle dos casais, evitar perdas por briga de território e controle da mutação, mas cada criador tem a sua ideia e seus métodos de criação.

Para tirar suas duvidas visite o fórum www.cbraves.net

9 de abril de 2012

Medicamento e vitaminas


Hoje o medicamento e vitaminas para os pássaros já estão bem avançados e com grande variedade de marcas. Resumidamente os mais utilizados são:
Cálcio, Complexo Vitamínico, Vitamina E, Ferro, Muda, Plumas, Reprodução, Vermífugo entre outros.

O Cálcio é indicado na prevenção e tratamento de raquitismo e hemodistrofias entre outras carências que necessitam de cálcio, e também utilizado em período de postura dos pássaros.
O Complexo Vitamínico é essencial em todas as fases da vida do pássaro sendo útil em qualquer situação como reprodução, tratamento de doenças, muda de pena entre outros.
A Vitamina E é indicado nas situações de defeitos na reprodução, degeneração embrionária como baixa fecundidade dos ovos e morte dos embriões nos primeiros dias de encubação; baixa produção dos machos entre outros.
O Ferro previne as doenças como anemia e melhora o estado geral de saúde da ave, contendo ferro, cobre, acido fólico e vitamina K.
O “Muda” é simplesmente utilizado nas épocas de trocas de penas das aves.
O “Plumas” ajuda no embelezamento da plumagem da ave podendo ser utilizado em qualquer fase da vida da ave.
O Reprodução como o nome já diz fornece vitaminas necessárias para as aves nos períodos de reprodução.
O Vermífugo combate os vermes: singamose, heteraquiose, ascaridiose, capilariose, amidostomose, tricostrôngiloses entre outro. Esse medicamento deve ser ultilizado a pelo menos 2 vezes no ano para que sua ave sempre fique saudável e longe de vermes e verminoses. 





Por: Guassa

5 de abril de 2012

Entrevista com Nathy Takaoka


cbraves: Os agapornis não são pássaros de nossa fauna, como você conheceu essa espécie de ave?

Nathy: Eu conheci através de um primo de segundo grau. Ele tinha uma agapornis híbrida linda chamada Verdinha. Eu achei uma ave linda, mas nunca tinha visto, nem sabia o nome. Descobri o nome numa embalagem de semente num supermercado onde estava escrito “Calopsita e Agapornis”. Pesquisei muito, achei um criadouro de agapornis mansos e fui até Santos-SP adquirir meus primeiros agapornis, Chubby e Wood.

cbraves: Sabemos que o IBAMA dificultou a venda de agapornis em nosso território, o que você acha dessa Lei sobre venda de agapornis em pet shopping? Você acredita que os agapornis devem ser vendidos como periquitos, sem discriminação da lei?

Nathy: Eu particularmente não gosto de comprar aves em petshops. São de muitos criadouros diferentes, muita transmissão de doença. Já vi muitas aves doentes e perguntei para os vendedores: “Ela está bem? Acho que está doente!” e a reposta sempre foi: “Não, isso é normal! Estão muito bem.”. Eles vendem por ser obrigação de um vendedor de petshop sem conhecimento.
Por serem aves mais temperamentais e estressadas, acho importante comprar de um lugar que te dará todas as informações necessárias. Brinquedos, alimentação, distração, etc.
Sou a favor da lei sobre os agapornis. O IBAMA define leis para o bem estar do animal. Se uma pessoa quer comprar um, tem que ser de um criadouro regulamentado. Não é tão rígida quanto à lei de papagaios e araras, mas é uma forma de controlar a venda.

cbraves: Como surgiu essa idéia de fazer vídeos para mostrar o dia a dia de seus agapornis?

Nathy: A ideia surgiu praticamente junto com o blog Pássado do Amor. A intenção era simples: registrar todos os momentos dos meus agapornis, pois a gente nunca sabe quanto tempo vamos ter com esses bichinhos que amamos tanto.

cbraves: Para gravar vídeos não pode existir vergonha, certo?Entre seus vídeos qual é aquele que você mais gosta?

Nathy: Com certeza é o da Sexagem do São Camilo. Haha O Wood fez a festa com meu brinco, ficou muito engraçado. Eu não tenho vergonha de gravar os vídeos, meus agapornis muito menos. O legal é a espontaneidade.
Para quem não viu: http://www.youtube.com/watch?v=aVIOXnhc_A8

cbraves: Agora falando um pouco sobre suas aves, você nota certa diferença de comportamento entre eles ou são todos com o mesmo comportamento?

Nathy: Eles são muito diferentes sim. O Chubby (infelizmente não está mais entre nós) era o mais arteiro, sapeca, mas ao mesmo tempo o mais carinhoso comigo. Fazia de tudo para sair e ficar comigo. Também era o mais social com as outras pessoas.
Já o Wood é tranquilo até demais, tem preguiça de voar, para subir no dedo temos que colocar a mão bem na frente, caso contrário ele não sobe. Sem contar que é extremamente medroso.
A Mia é uma fêmea boazinha, não me bica, é ciumenta comigo, manda em todo mundo. Mas também tem medo das outras pessoas. Só gosta de ficar comigo. Se outra pessoa quiser pegá-la, ela sai correndo.
A Livi é a fêmea padrão, brava, bica todo mundo, tudo que chega perto da gaiola dela é uma ameaça. Tem seus momentos de ternura, mas passa logo. É mais independente e brinca muito sozinha. É considerada uma agapornis mansa, pois interage comigo e outras pessoas, mas caso se sinta ameaçada ou incomodada, ela bica e forte!
Nosso pequeno Tony ainda é muito filhote, tem um mês e meio. Não sabemos muito da personalidade dele. Mas já acredito que esse vai ser bem espoleta!

cbraves: Gostaria de falar algo para pessoas que querem ter alguma ave como seu animalzinho de estimação?

Nathy: É sempre importante lembrar que, apesar de viver dentro de uma gaiola, a responsabilidade é grande. São gastos com comida, gaiola, brinquedos, veterinário, etc. Para não se frustrar depois, compre sempre uma ave mansa. É possível amansar uma arisca, mas se for um agapornis, as coisas são sempre mais complicadas.
E o mais importante: muito amor, carinho, atenção e dedicação para ter a ave de estimação dos seus sonhos =)
Beijo grande!





Nathy Takaoka
Mais videoshttp://www.youtube.com.br/nathyharuna

3 de abril de 2012

Meus Agapórnis


Eu tive duas crias de agapórnis tirei 5 filhotes, doei os agapórnis para amigos, um deles eu vejo todo final de semana porque esta com o pai da minha namorada, é esse que eu pego na mão no vídeo, vou deixar um link mais abaixo com o vídeo do pai dos filhotes, eu mesmo o deixei manso com ajuda do pessoal do fórum www.cbraves.net, hoje ele nem asas aparadas tem, voa livremente pela minha casa e se gostarem de videos assim só falar que eu gravo mais, só estou apresentando os meus agapórnis e os filhotes que já tive em minha casa.





Pai dos filhotes: http://www.youtube.com/v/eujZbFzXPww

2 de abril de 2012

Papinhas "Agapornis"



As papas dividem-se em dois tipos: papa de manutenção e papa de criação em que a grande diferença entre ela é a percentagem de proteínas que cada uma tem. A papa de criação tem uma percentagem maior de proteína para uma melhor nutrição dos filhotes.

Estas papas também pode ser secas ou úmidas. A minha experiencia como criado pelo que tenho conversado com outros criadores é que os agapórnis preferem as papas úmidas. No entanto pode-se utilizar as papas secas. umedecendo-as com cenoura ralada ou com milho verde. Este ultimo é especialmente do agrado dos agapórnis e constitui um ótimo complemento nutritivo para os filhotes.

Dê preferencia a papas com embalagem de origem e com data de validade, pois estas deterioram-se com contato prolongado com o ar. Por esta razão as papas devem de ser administradas em quantidades pequenas e mudadas diariamente.

30 de março de 2012

Ninhos



Caixas de madeira que podem ser horizontais ou verticais. As horizontais - 30x15cm com divisória. A parte do fundo, superfície concava, onde a fêmea coloca os ovos> As verticais facilitam o choco e proporcionam um percentual maior de nascimento. Podem ser de 20cm de altura x 15cm de profundidade x 15cm de frente. Coloque palha de milho no piso da gaiola para que a fêmea confeccione o ninho e coloque um pouco de serragem dentro do ninho.

Os Agapornis de aro branco (Fischeri, Personata, Nigrigenis) carregam a palha no bico, inteira: as vezes ate pedaços de sabugo de milho e o que tiver por perto. Os roseicollis colocam os fios de palha e fazem movimentos ciculares, confeccionando o ninho. Os roseicollis quase sempre só a fêmea faz isso e os machos costumam fazer apos "velhinhos" - apos aproximadamente 5 anos.

29 de março de 2012

Criaçao de ingleses


FÊMEA verde claro a direita na foto

nascimento: 2010

anilha: DD 079 fob 290
criador: Julio dutra.






















MACHO verde escuro cinza cintilante

nascimento: 2009

anilha: não tenho apontada so depois que terminarem o acasalamento vejo
criador : um amigo do Julio dutra por isso não tenho os dados certos dele.




Expectativa de filhotes: verdes cinzas, verdes claro, verdes escuro, cintilantes cinzas, cobaltos e celestes mas não tenho certeza que ele porte azul.



Estão juntos a duas semanas fêmea ja entrando no ninho, presenciei uma tentativa de gala acredito que entre uma ou duas semanas já venham os ovos , casal de grande porte onde o macho tem tamanho e largura corporal e a fêmea topete e tamanho 
assim que vierem os primeiros ovos estarei atualizando.


Por Nariella Wesp